Tendências recentes da ação coletiva no Brasil: Emergência e significado do autonomismo no contexto sociopolítico

Cristhiane Falchetti

Resumen


Este artigo analisa novas tendências da ação coletiva no contexto sociopolítico brasileiro recente, observando manifestações de junho de 2013. A partir do Movimento Passe Livre (MPL) e dos atos de junho de 2013, é analisada a emergência do autonomismo mostrando como o movimento procurou escapar das formas mais institucionalizadas e burocratizadas de mediação política e interação estatal e como isso reverberou nos protestos. Com o objetivo de compreender o significado da tendência autonomista no contexto recente, foi reconstituído o quadro sociopolítico pós redemocratização, argumentando sobre o descolamento das formas de mediação política em relação à dinâmica social. A análise foi realizada com base na pesquisa bibliográfica e empírica com dados de fontes primárias e secundárias, o que inclui surveys, notícias de jornais, entrevistas, notas públicas, fotos, vídeos, declarações, documentos oficiais e textos de autoria de integrantes do movimento.


Texto completo:

1-24

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.



Estadísticas
Visitas al Resumen:189
1-24:192


Copyright (c) 2021 e-l@tina. Revista electrónica de estudios latinoamericanos

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional.

e-l@tina. Revista electrónica de estudios latinoamericanos - ISSN 1666-9606 - contacto: revista.elatina@gmail.com
o en facebook

Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial 4.0 Internacional